• catedral.jpg
  • catetinho.jpg
  • congresso.jpg
  • exposicao1.jpg
  • museu5.jpg
  • museucatetinho2.jpg
  • museunacional.jpg
  • museunacional2.jpg

 


 

Histórico do curso de Museologia

 

Antecedentes

Há vinte anos a FCI apresentou uma proposta de criar um curso de Museologia. A iniciativa foi da museóloga Lais Scuotto, diretora do Museu Postal e Telegráfico da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, e do Professor Antonio Miranda, professor titular da FCI. Em 1988 foi apresentado ao MEC, por meio da Faculdade de Ciência da Informação – FCI, um projeto de criação de um Curso de Especialização em Museologia, formado por professores de várias cidades brasileiras, principalmente do Rio de Janeiro e Belo Horizonte. O projeto foi aprovado no MEC, mas o curso foi cancelado devido à inflação daqueles tempos que reduziu fatalmente o valor dos recursos.

Na mesma época, a UNESCO promoveu uma mesa redonda internacional, organizada pela IFLA (International Federation of Library Associations) e convidou o professor Miranda para apresentar em Londres uma pré-proposta de diretrizes para a Harmonização Curricular dos cursos de Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia no âmbito da Ciência da Informação. Tivemos também uma pesquisa que resultou na dissertação de mestrado de Eliana Mendes, intitulada "Tendências para a Harmonização de Programas de Ensino de Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia no Brasil: um Estudo Delfos", defendida na FCI em 1992. A metodologia incluiu a consulta a uma ampla amostra de profissionais, pesquisadores e acadêmicos de todo o Brasil atuantes naquele período, visando à criação de uma base epistemológica e à formulação de uma proposta de um tronco comum envolvendo as áreas de Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e Ciência da Informação.

No início da década de 1990, a FCI chegou a apresentar a proposta preliminar para a criação do curso de graduação em Museologia, em reunião de professores com a Reitoria, mas o grupo foi desestimulado porque não havia, então, condições para a contratação de novos professores.

 

O lançamento

 

A Universidade de Brasília, por meio da Faculdade de Ciência da Informação e da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação (FCI/FACE), lançou oficialmente o Bacharelado em Museologia, novo curso de graduação da UnB que está previsto para iniciar no segundo semestre de 2009, abrindo 30 vagas por semestre..

Concebido como um curso interdisciplinar, insere-se entre os novos cursos previstos no Plano REUNI da UnB a serem implantados no segundo semestre de 2009 no Campus Universitário Darcy Ribeiro. Funcionará na sede da FCI, no período diurno (vespertino), terá 30 (trinta) vagas discentes por semestre e contará com a colaboração das seguintes unidades acadêmicas da UnB: Departamento de História do Instituto de Humanidades (HIS/IH), Departamento de Antropologia do Instituto de Ciências Sociais (DAN/ICS) e Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes (VIS/IdA).

Com a assinatura do Termo de Compromisso entre as Unidades Integrantes do "Consórcio de Museologia", os departamentos assumem a responsabilidade de colaborar no desenvolvimento das atividades pedagógicas do futuro curso, oferecendo disciplinas previstas na grade curricular como obrigatórias para a formação do aluno, dentro dos seguintes eixos temáticos: Teoria e Prática Museológica, Museologia e Informação, Museologia e Patrimônio Cultural, Preservação e Conservação de Bens Culturais.